Compartilhar share

Saúde Mental é tema de Conferência Microrregional da AMPLASC

Publicado em 09/04/2022 às 00:06 - Atualizado em 09/04/2022 às 00:10

Nesta sexta-feira (08) o Colegiado de Saúde da AMPLASC promoveu a Conferência Microrregional de Saúde Mental com a temática: “A política de saúde mental como direito: pela defesa do cuidado em liberdade, rumo a avanços e garantia dos serviços da atenção psicossocial no SUS”.

A presidente da AMPLASC e Prefeita de Vargem, Milena Lopes, foi uma das palestrantes e abordou a questão do financiamento em saúde mental. “Sem recursos os gestores não têm como garantir um serviço de qualidade, uma saúde humanizada. Além disso, é preciso repensar as políticas de tratamento mental no país, geralmente, hospitaliza por um período, mas, não trata a causa do problema”, destacou.

O professor doutor Ludimar Pegoraro trouxe uma abordagem de saúde mental pós-pandemia. O aprendizado desta emergência de saúde recai na necessidade de o ser humano saber lidar com seus valores individuais e coletivos. Para ele o Estado deve dar suporte neste tipo de serviço de saúde e não na forma terceirizada.”

Ainda na conferência houve a indicação dos delegados e as propostas dos municípios para etapa estadual. A presidente do Colegiado de Saúde, Mayara Serena (Secretária de Saúde de Campos Novos), observa que há afinidade em algumas demandas como a viabilização de um CAPS com atendimento regional e habilitação de leitos psiquiátricos em hospital próximo dos municípios. Além de ampliar formas de financiamento para dar suporte à saúde mental com a disponibilidade de medicação e profissionais qualificados.

As demandas serão encaminhadas para a conferência macrorregional, programada para os dias 17 e 18 de maio em Concórdia.

Estiveram presentes na conferência da AMPLASC, o prefeito de Campos Novos, Gilmar Marco Pereira, presidente da Câmara, Celina Manfroi, Presidente do Conselho Municipal de Saúde de Campos Novos Gilberto Scuciatto que representou todos os demais conselheiros dos municípios da região. Acompanharam também as discussões o Secretário Executivo da AMPLASC, Luciano Angonese, vereadores, secretários municipais e profissionais da saúde da rede de acolhimento dos sete municípios do planalto sul catarinense e usuários do serviço de saúde.

Fonte: ASCOM AMPLASC