Municípios da AMPLASC prestam apoio a hospitais da região no enfrentamento da pandemia

Publicado em 25/04/2021 às 12:26 - Atualizado em 25/04/2021 às 12:46

Desde o início da pandemia do novo coronavírus, rotineiramente os prefeitos da região da AMPLASC participam de reuniões, na modalidade virtual, para avaliar e definir ações conjuntas no enfrentamento da emergência em saúde. Pela estrutura do Governo do Estado a região de saúde do Meio-Oeste agrega 20 municípios de Santa Catarina incluindo integrantes da AMMOC, em razão disso há uma união de esforços entre Prefeitos, Secretários de Saúde e representantes do Governo para alinhamento de ações no suporte de atendimento a população regional.

Cedência de Profissionais:

Neste sentido, recentemente houve a confirmação de apoio para cedência de profissionais de enfermagem para atuar no Hospital Universitário Santa Terezinha (HUST) de Joaçaba que é a referência de atendimento Covid-19 para pacientes agravados pela doença na região. Com a entrada em funcionamento, neste sábado (24), de cinco novos leitos de UTI da ala Covid no HUST, 15 Técnicos de Enfermagem dos municípios foram destinados pelos municípios de ambas as associações. A AMPLASC participa com 3 profissionais, sendo 2 de Campos Novos e 1 de Vargem.

Vale destacar, que estes técnicos vão dar suporte  para outros setores do Hospital, oportunizando que outros funcionários do HUST qualificados para atendimento Covid possam se dedicar integralmente na ala específica de internados pela pandemia. Atualmente, aquela unidade hospitalar conta com 15 leitos de UTI Covid.

Empréstimo de Respiradores:

Outra medida tomada por município que compõe a AMPLASC relaciona-se a empréstimo de aparelhos respiradores com monitor à Hospital Maicé de Caçador. A ação partiu do prefeito Silvio Alexandre Zancanaro tendo em vista a necessidade de ampliação de leitos UTI Covid naquela unidade hospitalar e, como Campos Novos possui 10 respiradores, sendo 6 alugados, foram emprestados 5 aparelhos para hospital de Caçador.

Embora a regional de Saúde de Caçador definida pelo Governo do Estado seja Alto Vale do Rio do Peixe e o município pertença a AMARP, o prefeito de Campos Novos justifica “o momento requer a união de esforços para superar a pandemia e fortalecer a saúde na região.”

Pelo sistema de regularização de leitos a população da AMPLASC, na urgência, poderá ser encaminhada em hospitais que tenham leitos disponíveis para Covid-19, é caso de vários munícipes de Campos Novos que foram internados no Hospital Maicé de Caçador.

Atualmente a região da AMPLASC registra 115 óbitos em decorrência de complicações da Covid-19, com 229 casos ativos e, deste o início da pandemia 6.548 pessoas testaram positivo para a doença, o que corresponde a quase 10% da população de região. (Dados Boletim Epidemiológico AMPLASC 23/04/2021)

Fonte: Assessoria de Comunicação da AMPLASC